Sistema informático do Ministério Público em baixo

| País

|

O Sistema Interno de Comunicações do Ministério Público está em baixo. De acordo com a procuradora-geral da República a paragem no sistema informático não está a afetar a investigação criminal e outros atos processuais dos magistrados. Não é certo se o colapso é resultado de uma avaria ou de um ataque informático.

Não está a afetar a investigação criminal e outros atos processuais dos magistrados e "não é caso para alarme", disse a procuradora-geral da República.

Joana Marques Vidal adiantou que se trata de um sistema "de comunicação interna que obviamente nos afeta porque também abrange o portal, comunicação para o exterior, mas que, segundo as notícias que tivemos até agora, não conseguiram atingir qualquer tipo de informação e ter acessos às bases de dados".

Fonte do Ministério Público disse à Lusa que o sistema interno de Comunicações do MP está desativado desde hoje, impedindo o envio e troca de mensagens e ofícios entre departamentos.

A mesma fonte referiu que a quebra do sistema interno do Ministério Público é geral, abrangendo todo o país, mas que não existe ainda a certeza se o colapso resultou de uma avaria ou de um ataque informático.

C/ Lusa

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.