Substituído helicóptero de Évora após incidente com paraquedista

| País

O helicóptero de combate a incêndios com base no aeródromo de Évora que ficou inoperacional devido a um incidente com uma paraquedista foi substituído esta semana, disse hoje à agência Lusa fonte da Proteção Civil.

De acordo com a fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o helicóptero de substituição, que estava estacionado em Tires, está a operar desde quarta-feira no Centro de Meios Aéreos de Évora.

O helicóptero de combate a fogos de Évora esteve inoperacional desde domingo, devido a danos estruturais provocados pela queda de uma paraquedista em cima do aparelho.

O incidente ocorreu no domingo à tarde, quando uma praticante de paraquedismo "aterrou" em cima do aparelho estacionado no aeródromo e sofreu ferimentos graves, tendo sido transportada para as urgências hospitalares, conforme explicou à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora.

Na sequência do incidente, o helicóptero sofreu alguns danos estruturais e vai ser reparado, referiu a fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Tópicos:

Aéreos, Proteção, Socorro CDOS,

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.