Tancos. Detido mais um arguido na investigação ao furto

| País

“O detido foi presente ao Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa para aplicação das medidas de coação, tendo sido decretada a prisão preventiva”
|

O Ministério Público confirmou esta sexta-feira a detenção de mais um arguido na Operação Húbris III, que investiga o furto de material de guerra nos Paióis Nacionais de Tancos. O suspeito foi já presente ao Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa e ficou em prisão preventiva.

As diligências foram desencadeadas na quarta-feira, dia 9, revela um comunicado da Procuradoria-Geral da República e Polícia Judiciária. Em causa nesta investigação da Operação Húbris III está a investigação do furto de material de guerra, entre granadas explosivos e munições, entre o dia 27 e a madrugada de dia 28 de junho de 2018, no Paiol de Tancos.

“Em causa estão factos suscetíveis de integrarem crimes de associação criminosa, furto, detenção e tráfico de armas, terrorismo internacional e tráfico de estupefacientes", revela o comunicado.

O detido foi presente ao Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, que decidiu colocar o suspeito em prisão preventiva.

Em dezembro tinham sido detidos outros oito suspeitos do furto, tendo cinco deles ficado em prisão preventiva.

O inquérito está entregue ao Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) e o Ministério Público é coadjuvado pela Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT) da Polícia Judiciária.

Em 2018, começaram por ser detidos, numa operação do Ministério Público e da Polícia Judiciária, sete militares da Polícia Judiciária Militar (PJM) e da GNR suspeitos de terem encenado a recuperação do material em conivência com o presumível autor do crime.

Entre os detidos está o diretor da PJM e um civil (ex-militar), principal suspeito da prática do furto. Ambos estão em prisão preventiva.

O caso levou à demissão de Azeredo Lopes do cargo de ministro da Defesa. Está ainda a decorrer uma comissão parlamentar de inquérito sobre o furto de material de guerra e sobre a alegada encenação da recuperação do material.

Tópicos:

Arguido, Furto, Húbris, Operação, Paióis, Tancos,

A informação mais vista

+ Em Foco

A ONU alerta para um ano de grande instabilidade e de necessidades maiores por parte da população civil.

Os dias estão mais quentes e não é por causa do advento da primavera. A razão está identificada - as alterações climáticas fazem-se sentir em todo o planeta e as consequências espelham-se em fenómenos extremos.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.