Taxar as renováveis é sinal errado para investidores

| País
Taxar as renováveis é sinal errado para investidores

O presidente da Associação Portuguesa das Energias Renováveis considera um erro taxar as energias limpas e acusa o Governo de não respeitar os acordos feitos com as empresas deste sector. O PCP garante que entre as medidas já negociadas com o Governo para o próximo Orçamento do Estado está uma redução da fatura da eletricidade, que será compensada com o alargamento da contribuição extraordinária sobre o sector da energia às energias renováveis, que passam também a pagar esta taxa.

António Sá da Costa diz que esta alteração fiscal vai afastar investidores e condenar alguns projetos de pequenas e médias empresas nacionais.

As energias renováveis estavam até agora isentas da CESE, a contribuição extraordinária sobre o setor da energia.

A informação mais vista

+ Em Foco

Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

    Em entrevista exclusiva à RTP, Flávio, um dos filhos de Jair Bolsonaro, afirmou que o candidato do PT Fernando Haddad devia juntar-se a Lula da Silva.

    Na Venezuela, a falta de medicamentos está a fazer desesperar a população. A reportagem é dos enviados à Venezuela Sérgio Ramos e Pedro Sá Guerra.

    Faltam seis meses para a saída do Reino Unido da União Europeia. Dia 29 de março de 2019 é a data para o divórcio. A RTP agrega aqui uma série de reportagens sobre o que o Brexit pode significar.