Todas as regiões de país com risco elevado e muito elevado de exposição UV

| País

Todas as regiões de país apresentam hoje um risco elevado e muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, estão em risco muito elevado de exposição aos raios UV os distritos de Viana do Castelo, Vila Real, Porto, Bragança, Guarda, a Região Autónoma da Madeira e a ilha Terceira, nos Açores.

As restantes regiões do país estão em risco elevado, refere a informação publicada no `site` do instituto.

Para as regiões com risco muito elevado e elevado, o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, `t-shirt`, guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre 1 e 2, em que o UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (elevado), 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

O IPMA prevê para hoje céu em geral pouco nublado, aumentando temporariamente de nebulosidade a partir do final da manhã, com condições favoráveis à ocorrência de aguaceiros e trovoada, em especial durante a tarde e no interior das regiões Centro e Sul.

O vento soprará em geral fraco do quadrante leste, soprando moderado (20 a 35 km/h) nas terras altas até meio da manhã, tornando-se de noroeste a partir da tarde.

Prevê-se ainda neblina ou nevoeiro matinal no litoral oeste a sul do Cabo Carvoeiro e subida da temperatura máxima no litoral a sul do Cabo Carvoeiro.

Para a Madeira, as previsões apontam para céu geralmente muito nublado, com abertas nas vertentes sul da ilha, e possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos nas vertentes norte e terras altas. O vento soprará moderado (15 a 30 km/h) do quadrante norte, soprando por vezes forte (até 40 km/h) nas terras altas.

Nas ilhas dos Açores, o céu apresentar-se-á muito nublado, havendo possibilidade de chuva fraca ou chuviscos, sendo o vento oeste fraco a bonançoso (05/20 km/h).

As temperaturas máximas previstas são de 27 graus celsius para Lisboa e Faro, 25 em Sagres e 21 na Guarda, 21 no Funchal e 22 em Ponta Delgada.

Tópicos:

Faro Sagres, Funchal,

A informação mais vista

+ Em Foco

O economista guineense Carlos Lopes considera que a Europa tem discutido as migrações e outras questões africanas, sem consultar os africanos.

    A revelação foi feita durante uma entrevista exclusiva à RTP à margem da cimeira de CPLP, que decorreu esta semana em Cabo Verde.

    Em entrevista à RTP, Graça Machel revela que o grande segredo de Nelson Mandela era fazer sentir a cada pessoa com quem falava que era a mais importante.

    Apesar da legislação contra estas situações, os Estados Unidos são dos países que mais importam produtos em risco de serem produzidos através de trabalhos forçados.