Três helicópteros combatem fogo em Avelar

| País

Três helicópteros combatiam pouco depois das 15:00 um incêndio em Avelar, concelho de Ansião, em Leiria, fogo que obrigou ao corte da autoestrada A13, presenciou a agência Lusa no local.

Ao quilómetro 174 da A13, junto ao cruzamento com o IC8, que vai para Avelar, a equipa de reportagem da Lusa parou e, ladeada por um elemento da Proteção Civil, acompanhou por alguns minutos o combate de três helicópteros, e várias carrinhas de bombeiros.

A circulação na A13, que liga Entroncamento a Coimbra, estava interrompida, e pelo local circulavam apenas as autoridades de segurança e combate ao incêndio - a Lusa viu, por exemplo, corporações dos bombeiros de Carnaxide e de Vila Franca de Xira.

De acordo com a informação divulgada na página na Internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), a nível nacional lavravam, pelas 12:15 de hoje, três grandes incêndios nos distritos de Leiria e de Coimbra.

O incêndio que envolve mais meios no terreno continua a ser o de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, que deflagrou na tarde de sábado e que se mantém em curso, encontrando-se a ser combatido por 1.223 operacionais, apoiados por 410 veículos e nove meios aéreos.

O fogo em Pedrógão Grande já provocou 64 mortos e mais de 150 feridos.

 

Tópicos:

Ansião, Franca, Pedrógão, Proteção,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.