USF. Profissionais protestam contra atrasos na transição para modelo B

por RTP

Os profissionais das unidades de saúde familiares protestaram hoje no Porto contra quotas e atrasos na transição para um novo modelo de gestão, mais exigente e vantajoso.

O Ministério da Saúde garante que no último trimestre do ano, mais 20 unidades vão passar para esse modelo B, mas médicos, enfermeiros e secretários garantem haver discriminação.

Falam de candidaturas recentes que passam à frente de outras aprovadas há mais de dois anos e do risco do processo ser bloqueado este ano pela falta da avaliação nacional que devia ter sido conhecida em junho.