Ansiedade na resolução do caso Tancos é igual para Governo e Belém, diz António Costa

| Política
Ansiedade na resolução do caso Tancos é igual para Governo e Belém, diz António Costa

Lusa

O Governo quer ver resolvido o caso Tancos o quanto antes. Esta é posição do primeiro-ministro face à questão levantada sobre divergências entre S. Bento e Belém.

António Costa diz que a ansiedade existente quer por parte do Governo, quer por parte do Presidente da Republica é igual, mas cabe ao governo a resolução do problema.

Esta terça-feira foi anunciada a data de arranque da Comissão Parlamentar de Inquérito, para investigar o roubo de material de guerra, 14 de novembro, e primeiro-ministro continua a assegurar que nenhum membro do executivo teve conhecimento de qualquer iniciativa ilegal, na recuperação das armas.

António Costa voltou também a garantir que o Governo e o Presidente da República estão em total sintonia.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      O ex-ministro da Defesa israelita Avigdor Lieberman acumulou diatribes ao longo da carreira política.

        A destruição causada pelas chamas no Estado norte-americano da Califórnia retratada numa galeria de fotografias.