"Não há nenhum ultimato", garante Bloco

| Política
Não há nenhum ultimato, garante Bloco

Foto: Tiago Petinga - Lusa

A coordenadora do BE, Catarina Martins, garantiu que o partido não está a colocar o Executivo entre a espada e a parede, apenas a exigir o cumprimento de promessas assumidas pelos socialistas.

O Bloco de Esquerda responde ao ministro dos Negócios Estrageiros e diz que não fez um ultimato ao Governo.  Augusto Santos Silva advertia no domingo o partido para não ceder à tentação de fazer ultimatos, na negociação do próximo Orçamento do Estado.

A coordenadora do Bloco de Esquerda está esta segunda-feira na Covilhã, onde também criticou o recurso à plantação de eucaliptos naquele concelho.

Catarina Martins diz que esta espécie foi colocada mesmo em locais que não foram atingidos pelos incêndios.

A informação mais vista

+ Em Foco

O antigo procurador-geral da República do Brasil revelou à RTP que já recebeu várias ameaças de morte e defendeu uma reforma profunda do sistema político brasileiro.

Quando Ana Paula Vitorino indicou Lídia Sequeira, a economista ainda era gerente da sua empresa, o que viola a lei em matéria de incompatibilidades e o dever de imparcialidade.

Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

    O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.