Candidatos do PSD-Lisboa vão assinar carta de compromisso ético e de transparência

| Política

A candidata autárquica do PSD a Lisboa Teresa Leal Coelho anunciou hoje que todos os candidatos do partido na capital assinarão uma "carta de compromisso ético e de transparência" e assegurou que todos os lisboetas saberão onde é gasto "cada tostão".

"Todos os elementos que vão integrar listas às freguesias, Assembleia Municipal e Câmara, todos vão assinar uma carta de compromisso ético e de transparência, estarão todos vinculados às prioridades para os próximos quatro anos", afirmou a candidata do PSD à Câmara Municipal de Lisboa, uma das oradoras da Convenção Autárquica Distrital do partido.

Dizendo que a "primeira prioridade" será a ação social, Teresa Leal Coelho explicou que este documento conterá também um compromisso de transparência: "Cada despesa que seja efetiva em cada junta e na Câmara Municipal de Lisboa será publicitada em edital trimestral".

Segundo a candidata social-democrata, "cada freguês ou cada munícipe poderá saber para onde foi cada tostão do orçamento da camara ou da junta".

"O cidadão saberá se aquelas verbas serviram para ação social, para promover habitação, centros de saúde ou se para fazer arraiais e festas, que também são necessários mas que não se podem fazer como prioritárias", disse.

A informação mais vista

+ Em Foco

É uma tragédia sem precedentes que vai marcar para sempre o país. O incêndio de Pedrógão Grande fez 64 mortos mais de duas centenas de feridos. Há dezenas de deslocados.

Nodeirinho é a aldeia mártir do incêndio de Pedrógão Grande. É uma aldeia em ruínas, repleta de casas queimadas e telhados no chão. Um cenário de desolação e dor.

Constança Urbano de Sousa garante que enquanto tiver confiança do primeiro-ministro não vai sair do Executivo.

Jorge Paiva, botânico e professor, um dos maiores peritos da floresta, critica em entrevista à Antena 1 o desinteresse generalizado dos políticos pelos problemas da floresta.