Candidatos do PSD-Lisboa vão assinar carta de compromisso ético e de transparência

| Política

A candidata autárquica do PSD a Lisboa Teresa Leal Coelho anunciou hoje que todos os candidatos do partido na capital assinarão uma "carta de compromisso ético e de transparência" e assegurou que todos os lisboetas saberão onde é gasto "cada tostão".

"Todos os elementos que vão integrar listas às freguesias, Assembleia Municipal e Câmara, todos vão assinar uma carta de compromisso ético e de transparência, estarão todos vinculados às prioridades para os próximos quatro anos", afirmou a candidata do PSD à Câmara Municipal de Lisboa, uma das oradoras da Convenção Autárquica Distrital do partido.

Dizendo que a "primeira prioridade" será a ação social, Teresa Leal Coelho explicou que este documento conterá também um compromisso de transparência: "Cada despesa que seja efetiva em cada junta e na Câmara Municipal de Lisboa será publicitada em edital trimestral".

Segundo a candidata social-democrata, "cada freguês ou cada munícipe poderá saber para onde foi cada tostão do orçamento da camara ou da junta".

"O cidadão saberá se aquelas verbas serviram para ação social, para promover habitação, centros de saúde ou se para fazer arraiais e festas, que também são necessários mas que não se podem fazer como prioritárias", disse.

A informação mais vista

+ Em Foco

A 17 de junho, Portugal começou a assistir ao mais mortífero incêndio de sempre. A paisagem de Pedrógão Grande mantém-se em tons de sépia. Um cenário captado pelo fotojornalista Pedro A. Pina.

    Hotéis de luxo e restaurantes de autor crescem ao lado de quem vive sem água ou luz. A Comporta tem um novo proprietário que quer transformar aquela zona num local para estrangeiros ricos.

    O Parque das Nações vai receber as duas semifinais e a final nos dias 8, 10 e 12 de maio do próximo ano. Já o festival português vai decorrer no Pavilhão Multiusos de Guimarães, em março.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.