Chega critica processo "mal conduzido" da lei da eutanásia no Parlamento

por Antena 1

António Cotrim - Lusa

André Ventura considera que o processo legislativo da despenalização da eutanásia tem sido apressado e defende que não é oportuno.

Depois de esta semana a votação do diploma ter sido novamente adiada, o líder do Chega pediu para ser ouvido pelo Presidente da República com caráter de urgência. Marcelo Rebelo de Sousa recebeu a delegação do Chega, esta tarde, em Belém.

André Ventura não poupou críticas à forma como este processo tem sido gerido na Assembleia da República, como registou o jornalista da Antena 1 João Vasco.
pub