Eurodeputado do PCP vai pernoitar no `Lifeline` em "situação dramática"

| Política

O eurodeputado do PCP João Pimenta Lopes deverá pernoitar hoje a bordo do `Lifeline`, outra embarcação com migrantes resgatados impedida de atracar em portos europeus, para "dar visibilidade a uma situação dramática".

Depois do Aquarius, o `Lifeline` é a embarcação envolvida num "braço de ferro" entre os países europeus sobre a questão dos migrantes socorridos no Mediterrâneo.

O navio encontra-se neste momento ao largo da ilha de Malta e tem a bordo 239 pessoas, incluindo 14 mulheres e quatro bebés, que resgatou perto da costa da Líbia. Há vários dias que tenta obter sem sucesso autorização para desembarcar os migrantes.

João Pimenta Lopes disse à agência Lusa que vai subir a bordo do `Lifeline` juntamente com um grupo de quatro deputados, um do parlamento espanhol e os restantes do alemão.

Contactado telefonicamente, o eurodeputado português considerou que a sua deslocação é uma "forma de solidariedade".

Assinalou que o `Lifeline` tem de atracar "no porto mais próximo", dado que "não tem condições" para navegar até Espanha, como aconteceu com o Aquarius.

Depois de lhe ter sido recusado o desembarque em Itália e Malta, o Aquarius foi obrigado a navegar mais de 1.500 quilómetros na última semana até ao porto de Valência, Espanha, para deixar sair os 629 migrantes a bordo.

"A visita do deputado do PCP no Parlamento Europeu João Pimenta Lopes (...) visa tomar conhecimento da situação humanitária a bordo, manifestar a solidariedade dos comunistas portugueses a todas as pessoas resgatadas, denunciar a desumanidade das políticas migratórias e de asilo da União Europeia e exigir uma solução que de pronto permita o desembarque das 234 pessoas e o seu acolhimento", refere uma nota do grupo que o PCP integra no Parlamento Europeu.

PAL // JPS

 

Tópicos:

Aquarius, Contactado, Itália Malta, Pimenta, Valência,

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

        A Austrália enfrenta a maior seca de que há memória, afetando agricultores e criação de gado.