Jerónimo antevê PS encostado à direita contra direitos laborais

| Política

O secretário-geral do PCP previu hoje que se o PS votar novamente "encostado à direita" contra reversões na legislação laboral, na quarta-feira, a consequência política a tirar é que o partido do Governo se "encosta à direita".

"As consequências [políticas], da parte do PCP, são demonstrar que o PS, no meio das suas contradições - apesar de ter dado uma contribuição e acompanhado o PCP para que existam avanços, reposição e conquista de direitos -, em matérias de fundo, encosta à direita. Não pode ser silenciado. Não estamos a fazer uma ameaça, mas apenas a constatar uma realidade", disse.

Jerónimo de Sousa falava aos jornalistas, após reunião com representantes da Fiequimetal (Federação Intersindical das Indústrias Metalúrgicas, Químicas, Elétricas, Farmacêutica, Celulose, Papel, Gráfica, Imprensa, Energia e Minas), no parlamento.

Os comunistas agendaram um debate sobre um conjunto de novas alterações nas leis laborais face às introduzidas pelo Governo PSD/CDS-PP a fim de repor direitos aos trabalhadores em relação a patrões, havendo também iniciativas de BE, PEV e PAN no mesmo sentido.

Tópicos:

Fiequimetal Intersindical Indústrias Metalúrgicas Químicas Elétricas Farmacêutica Celulose,

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

        Os novos desenvolvimentos no diferendo comercial entre os Estados Unidos e a China vieram lançar ainda mais dúvidas sobre os próximos passos que os dois lados poderão adotar.