Jerónimo de Sousa fala em preconceito contra o PCP

por RTP

O secretário-geral do PCP defende que a realização do congresso do partido no próximo fim de semana, em Loures, não é um privilégio, mas sim um dever e que existe um preconceito em relação ao partido comunista.

Jerónimo de Sousa garante que, se as condições sanitárias não estivessem reunidas, o PCP não avançava com a reunião magna.

António Costa voltou ontem a dizer que a lei do estado de emergência permite ao partido comunista realizar o congresso.

À direita, PSD, CDS-PP e Chega criticam o Governo por não impedir a reunião.
pub