Jerónimo diz que declarações de Putin "desferem um ataque à União Soviética"

por Lusa
Lusa

O secretário-geral do PCP considerou hoje que as declarações de Vladimir Putin refletem um "país capitalista" e representam "um ataque à União Soviética", defendendo a via do diálogo para encontrar uma solução para o conflito na Ucrânia.

"O PCP sublinha ao mesmo tempo as declarações de [Vladimir] Putin, que refletindo a posição da Rússia como país capitalista, desferem um ataque à União Soviética e à notável solução que esta encontrou para a questão das nacionalidades e o respeito pelos povos e as suas culturas", sustentou Jerónimo de Sousa, no decorrer de uma ação partidária em Lisboa, sem especificar a que declarações do Presidente russo se estava a referir.

O líder comunista reiterou que o conflito no leste europeu, que culminou hoje com a invasão do território ucraniano, é "inseparável de décadas de crescente tensão e de confrontação" dos Estados Unidos da América (EUA) e da Aliança do Tratado do Atlântico Norte (NATO) contra a Rússia.

"Expresso a profunda preocupação do PCP pelos graves desenvolvimentos na situação no leste da Europa, envolvendo operação militares da Rússia na Ucrânia", disse Jerónimo de Sousa, no início da sua intervenção, durante uma sessão partidária sobre o aumento do custo de vida dos portugueses, em Lisboa.

AFE // JPS

 

Tópicos
pub