Líder do CDS diz que PSD decidiu ficar mais perto de Costa do que de Sá Carneiro

por RTP

O líder do CDS reagiu à decisão do PSD que afastou a hipótese de uma coligação pré-eleitoral. Francisco Rodrigues dos Santos acusa o PSD de ter decidido estar estar mais próximo de António Costa do que de Sá Carneiro.

O presidente do CDS assume que respeita a estratégia de Rui Rio mas defende que esta decisão dá oportunidade ao CDS para se afirmar como a única alternativa de direita responsável.
pub