Marcelo: Governo informou que ia ouvir Açores e Madeira antes de enviar decreto sobre professores

| Política
Marcelo: Governo informou que ia ouvir Açores e Madeira antes de enviar decreto sobre professores

Foto: Manuel de Almeida - Lusa

O Presidente da República afirmou quarta-feira que o Governo o informou de que ainda queria ouvir as regiões autónomas dos Açores e Madeira antes de enviar para Belém o decreto-lei sobre o tempo de serviço dos professores.

"A explicação que foi dada foi que tinha sido pedida a audição das regiões autónomas dos Açores e da Madeira, portanto, que isso demoraria já não sei quanto, um mês ou perto de um mês", declarou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, à saída de uma iniciativa na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

O chefe de Estado adiantou que "essa foi a explicação que foi dada talvez aqui há uma semana ou uma semana e meia" para o facto de ainda não ter seguido para Belém este decreto-lei aprovado em Conselho de Ministros no dia 04 de outubro, há quatro semanas.

"Vamos ver quando é que vêm esses pareceres e quando é que o processo chega a Belém", acrescentou Marcelo Rebelo de Sousa.

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.