Ministra da Justiça compreende protestos cantados com "Grândola Vila Morena"

| Política
Ministra da Justiça compreende protestos cantados com Grândola Vila Morena

A "Grândola Vila Morena" não incomoda os ouvidos da ministra da Justiça, embora fique "chocada" se alguém impedir outros de se exprimirem. Em Coimbra, Paula Teixeira da Cruz diz que se vivem momentos muito duros e que a canção "Grândola" é um património cultural.

A ministra lembra que faz parte da geração da referida canção de  intervenção e que deve entender-se os apelos que são feitos por quem canta o "Grândola".

Paula Teixeira da Cruz esteve reunida com a comissária europeia da Justiça em Coimbra. Vivianne Reding confessa que não percebe a letra da canção mas diz que gostou da originalidade do protesto.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.