"O CDS interrompeu o declínio autárquico que acontecia desde 1987", indica Nuno Melo

por Elsa Paz Couto

Foto: Antena 1

O centrista Nuno Melo estreou-se, esta quarta feira, como comentador do Conselho Superior da Antena 1, substituindo António Pires de Lima que assumiu o cargo de ministro da Economia. Nuno Melo comprometeu-se em analisar a vida social, económica e política portuguesa dentro dos parâmetros de alguém que é oriundo de uma família conservadora, democrata cristã. O resultado das eleições autárquicas foi o tema escolhido para o 1º comentário. O eurodeputado, Nuno Melo considera que o PS foi sem dúvida o vencedor, mas simultaneamente, perdeu alguns bastiões como Braga, Porto, Bragança, Santarém, Beja, Faro, Ponta Delgada entre outros concelhos. O Bloco de Esquerda foi pulverizado do mapa autárquico, já a CDU e o CDS/PP cresceram em votação, câmaras e mandatos. O CDS interrompeu o declínio autárquico que acontecia desde 1987.