Parlamento aprova diploma que agiliza processos de crianças estrangeiras à guarda do Estado

| Política

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto com origem num projeto de lei do BE para agilizar a regularização da situação de crianças à guarda do Estado.

O texto final apresentado pela Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias relativo ao projeto de lei do BE e com alterações introduzidas pelo PS, foi sujeito a votação eletrónica, merecendo 200 votos favoráveis e uma abstenção, vinda da bancada do PS.

Para ser aprovada, a iniciativa necessitou da maioria absoluta dos deputados em efetividade de funções (116), uma vez que revestia a forma de lei orgânica.

O diploma visa dar a "proteção devida a crianças, filhas de cidadãos estrangeiros que faleceram, desapareceram ou estão em condição irregular em Portugal" e se encontram à guarda do Estado.

No caso de uma criança ou jovem de nacionalidade estrangeira confiada pelo Estado a uma instituição, o projeto entende que o Estado deve agilizar "a naturalização ou a atribuição de autorizações de residência às crianças nestas condições".

O texto propõe alterações à Lei da Nacionalidade, à Lei de Proteção de Crianças e Jovens em Perigo e ao Regime Jurídico sobre Entrada, Permanência, Saída e Afastamento de Estrangeiros do Território Nacional, para que "haja uma efetiva regularização do estatuto jurídico de crianças com nacionalidade estrangeira".

 

Tópicos:

Constitucionais,

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

        A Austrália enfrenta a maior seca de que há memória, afetando agricultores e criação de gado.