Provedora admite monitorizar direitos das crianças da se houver mais meios

| Política
Provedora admite monitorizar direitos das crianças da se houver mais meios

Foto: António Cotrim - Lusa

A provedora de Justiça só aceita ficar com a competência de monitorizar a Convenção sobre os Direitos das Crianças das Nações Unidas, caso possa contar com um reforço de meios técnicos e humanos.

A informação mais vista

+ Em Foco

O vice-presidente do Brasil assegura que a democracia brasileira nunca esteve tão forte como agora. Entrevista exclusiva à RTP.

Em entrevista exclusiva aos enviados especiais da RTP, o cardeal Baltazar Porras declara apoio ao autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.