Provedora admite monitorizar direitos das crianças da se houver mais meios

| Política
Provedora admite monitorizar direitos das crianças da se houver mais meios

Foto: António Cotrim - Lusa

A provedora de Justiça só aceita ficar com a competência de monitorizar a Convenção sobre os Direitos das Crianças das Nações Unidas, caso possa contar com um reforço de meios técnicos e humanos.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.