PSD. Jorge Moreira da Silva admite nova candidatura à liderança no futuro

por Lusa

Jorge Moreira da Silva, que perdeu a presidência do PSD para Luís Montenegro, não rejeitou uma nova candidatura à liderança no futuro, mas assegurou que irá contribuir para a unidade do partido.

"Os militantes do PSD podem continuar a contar comigo. Eu não tenho feito nada para andar na guerrilha, nem na beligerância, contribuirei agora para a unidade do PSD e, tanto eu como os meus apoiantes, daremos todas condições ao doutor Luís Montenegro para liderar o PSD com a sua moção e a sua equipa", afirmou, na declaração final na sede de campanha, em Oeiras (Lisboa).

"Nunca me peçam para abdicar da minha liberdade e da minha autonomia de pensamento", acrescentou, contudo.

Na fase de perguntas e, questionado se admite recandidatar-se à liderança no futuro, Moreira da Silva deixou sempre essa possibilidade em aberto.

"Acabei de perder a eleição, não me está a pedir para dizer o que farei daqui a dois, quatro, oito ou dez anos [...]. Neste momento, sou militante de base, não me peça para dizer quando tenho 51 anos que nunca mais me vou apresentar a nenhuma eleição", frisou, recebendo muitos aplausos das dezenas de apoiantes presentes na sede de candidatura.

Já sobre o que pretende fazer pela unidade do partido, o antigo `número dois` do PSD quis reservar algumas respostas sobre o seu futuro para o Congresso, mas afastou a hipótese de desempenhar quaisquer funções executivas na nova equipa de Luís Montenegro, dizendo que tal "não faria sentido".

"Eu estou na minha bicicleta, o doutor Luís Montenegro está na sua, fazemos parte da mesma equipa do PSD [...]. Nunca me passou pela cabeça saltar para a sua bicicleta, o que interessa é que a equipa se possa mobilizar para vencer europeias, autárquicas e legislativas", apontou.

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.

Tópicos
pub