Rangel contra o atentismo: não se pode esperar que o PS "caia de podre"

por RTP

Paulo Rangel diz que não se conforma com um partido que apenas espera que o PS se "afogue no pântano ou caia de podre". O eurodeputado apresentou assim a candidatura à liderança do PSD. Prometeu o regresso dos debates quinzenais e desafiou António Costa a ir a votos em 2023.

Rui Rio diz estar preocupado com a decisão do Conselho Nacional que rejeitou a proposta de adiar as eleições internas.
pub