Tancos. Relatório sustenta que "não ficou provado" que tenha havido interferência política

| Política
Tancos. Relatório sustenta que não ficou provado que tenha havido interferência política

A ver: Tancos. Relatório sustenta que "não ficou provado" que tenha havido interferência política

Não estão ainda concluídas as votações das propostas de alteração ao relatório final da comissão parlamentar que investigou o furto de material militar de Tancos. O documento, apresentado hoje no Parlamento, sustenta que "não ficou provado" que tenha havido interferência política na ação do Exército ou na atividade da Polícia Judiciária Militar.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Grécia voltou a ser a principal porta de entrada de candidatos ao estatuto de refugiados, como constatou a enviada especial da RTP a Lesbos, Rosário Salgueiro.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.