Ventura apela ao voto no Chega para impedir um Bloco Central

por Service Dalet

O presidente do Chega anunciou esta noite que será novamente cabeça de lista por Lisboa nas próximas eleições legislativas e que o mandatário nacional do partido será o economista Pedro Arroja, que também será candidato a deputado.

André Ventura disse esta sexta-feira que o objetivo é "forçar um Governo de direita" e impedir um Bloco Central que diz já existir.

"Um voto no PSD é um voto no PS", defendeu André Ventura, apelando ao "voto útil" no Chega.

A jornalista da Antena 1 Madalena Salema registou as declarações do líder do Chega.
pub