Itália enfrenta Bruxelas e não abdica de défice de 2,4%

| Europa
Itália enfrenta Bruxelas e não abdica de défice de 2,4%

Reuters

O Governo italiano já fez saber que não vai abdicar do valor do défice para o próximo ano, de 2,4 por cento: a meta que Bruxelas chumbou.

O vice primeiro-ministro italiano, Luigi di Maio disse esta sexta-feira, dia em que vai reunir-se com o presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, que Itália não vai fazer cedências à Comissão Europeia nesta matéria.

O Executivo italiano tem até ao próximo dia 13 para apresentar uma proposta de Orçamento reformulada, depois de Bruxelas ter chumbado a primeira versão do documento.

Luigi di Maio explicou ainda que Itália vai cumprir os 2,4 por cento graças a cortes extra da despesa, caso seja necessário. O vice primeiro-ministro garante, apesar da crispação, que o Governo está empenhado em manter-se na Zona Euro.

A informação mais vista

+ Em Foco

O criador dos óculos de realidade virtual está a desenvolver tecnologia que vai transferir jogos de vídeo para os campos de batalha.

Reunimos aqui reportagens sobre as forças de elite portuguesas, emitidas por ocasião dos 100 anos do Armistício que pôs fim à I Guerra Mundial.

    O coração de Lisboa foi palco do maior desfile militar dos últimos 100 anos no país, por ocasião do centenário do Armistício que pôs fim à I Grande Guerra.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.