Grécia deve manter ritmo de crescimento forte acima dos 2%

por Lusa

A Comissão Europeia prevê que a Grécia mantenha um ritmo de crescimento económico forte, acima dos 2%, revendo mesmo em ligeira alta as projeções para este ano e o próximo, embora condicionando essa evolução à efetiva implementação de reformas.

Nas previsões económicas intercalares de inverno hoje divulgadas, Bruxelas estima que o Produto Interno Bruto (PIB) grego cresça 2,2% este ano e 2,3% no próximo, depois de ter crescido 2,0% em 2018. Nas previsões anteriores, no outono, a Comissão já estimava um crescimento de 2,0% no ano passado, mas projetava que esse valor se mantivesse para 2019 e 2020.

O executivo comunitário nota que, tirando partido de uma forte procura externa, a Grécia conseguiu aumentar as suas quotas de mercado no comércio global, sendo assim as exportações o principal motor do crescimento, juntamente com o consumo privado, que também progrediu, apoiado por um aumento do emprego.

"No entanto, a retoma económica continua fortemente condicionada à contínua implementação de reformas", adverte Bruxelas, chamando atenção para a necessidade de Atenas prosseguir as reformas acordadas durante o terceiro e último programa de assistência financeira, do qual saiu no verão de 2018.

A Comissão prevê ainda que a taxa de inflação, que se quedou pelos 0,8% em 2018, deverá manter-se "moderada" este ano, nos 0,7%, antes de subir para os 1,3% em 2020.