Portugal com maior recuo homólogo na produção industrial em março segundo Eurostat

por Lusa

Portugal registou a maior quebra homóloga na produção industrial (-7,9%) em março, tendo o indicador recuado 0,6% na zona euro e avançado 0,4% na União Europeia (UE), segundo o Eurostat.

Já face a fevereiro, a produção industrial caiu 0,3% nos países da moeda única e 0,1% no conjunto dos 28 Estados-membros.

Portugal registou o maior recuo homólogo (-7,9%), seguido de Malta (-3,6%) e de Espanha (-3,4%), enquanto as maiores subidas ocorreram na Irlanda (22,1%), na Polónia (8,0%) e na Hungria (7,9%).

Segundo o gabinete estatístico europeu, na variação em cadeia os maiores recuos na produção industrial foram identificados em Malta (-3,7%), na Grécia (-2,7%) e na Suécia (-2,3%) e as principais subidas na Lituânia (3,5%), na Dinamarca (1,8%) e na Eslováquia (1,2%).

Em Portugal, o indicador recuou 1,3% entre fevereiro e março.

 

Tópicos