Cuidadores de doentes reivindicam direitos

| Saúde
Cuidadores de doentes reivindicam direitos

A petição para a criação do estatuto do cuidador informal da pessoa com doença de Alzheimer e outras demências foi entregue na Assembleia da República em Outubro de 2016 e será discutida esta sexta-feira em plenário.

O grupo que lançou a petição, que juntou na altura mais de 14 mil assinaturas queixa-se que neste tempo pouco ou nada foi feito.

Sofia Figueiredo, dos cuidadores e familiares de doentes de Alzheimer e outras doenças neuro-degenerativas, diz que ano e meio depois se continua à espera.

Estima-se que existam em Portugal 800 mil cuidadores informais.

Sofia Figueiredo conta que estas pessoas passam por muitas dificuldades e que por isso precisam de auxílio para poderem ajudar.

A petição pede ainda que seja criado o dia nacional do cuidador, que seria assinalado a 18 de junho.

Cuidadores e familiares de doentes de Alzheimer e outras doenças neuro-degenerativas concentram-se esta sexta-feira de manhã junto ao parlamento.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, Graça Machel revela que o grande segredo de Nelson Mandela era fazer sentir a cada pessoa com quem falava que era a mais importante.

No dia em que se assinala o centenário do nascimento de Nelson Mandela, o jornalista António Mateus recorda o legado do histórico líder sul-africano.

Cientistas australianos descobriram uma nova subespécie de cobra. A descoberta acidental veio demonstrar que o animal poderá estar em perigo de extinção.

Um grupo de astrónomos dos Estados Unidos descobriu que Júpiter tem mais 12 luas. O gigante gasoso tem agora 79 satélites naturais.