Frederico Varandas nos EUA recusa ser subserviente

| Sporting
Frederico Varandas nos EUA recusa ser subserviente

O presidente leonino quer mais dinheiro pelo passe de Bruno Fernandes.

No jantar com sócios no lar dos leões de New Jersey o presidente leonino voltou a deixar uma mensagem: o clube não é vassalo de ninguém.

A equipa do Sporting partiu segunda-feira à noite para os Estados Unidos, onde vai defrontar o Liverpool, de Jurgen Klopp, campeão da Europa, na madrugada de 5.ª feira à uma e cinco, hora continental portuguesa.

Frederico Varandas destaca esta presença que dá prestígio ao clube e pediu ajuda aos padres presentes no jantar.

Para os Estados Unidos não seguiram: Bruno Gaspar, Gelson Dala e Acuña que apenas realizou exames médicos e testes físicos.

Ainda ficaram em Portugal os nomes que constam no boletim clinico: Batagglia, Ristovski...Rosier e Rafael Camacho.

Apesar de ainda não estar nas melhores condições fisicas (só voltou ontem aos treinos) Sebastian Coates seguiu viagem com o grupo.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Grécia agradeceu a Portugal a solidariedade do país pela disponibilidade de receber mil migrantes e refugiados, atualmente alojados em condições precárias naquele país.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.