Frederico Morais eliminado no Billabong Pipe Masters

| Surf

Com esta eliminação Frederico Morais corre o risco de não continuar no World Tour em 2019
|

O surfista português Frederico Morais foi eliminado na segunda ronda do Billabong Pipe Masters, a prova rainha do circuito mundial de surf, a decorrer no Havai, terminando no 25.º lugar.

O resultado ainda deixa em aberto a continuidade de “Kikas” entre a elite do surf mundial para 2019.

Depois de ter sido batido pelo sul-africano Jordy Smith na primeira ronda, a segunda também não correu bem a Frederico Morais, que somou apenas 2,47 pontos, perdendo para o australiano Connor O`Leary, que totalizou 6,17.

Face a este desaire, o português está dependente do resultado de outros surfistas para continuar no World Tour, sendo que o francês Joan Duru é o rival mais perigoso, já que atirará “Kikas” para fora do “top 22” se ultrapassar a terceira ronda.

Matt Wilkinson, Connor O`Leary, Jesse Mendes e Michael February são os outros competidores que podem afastar Frederico Morais da elite do surf.

O período de espera do Billabong Pipe Masters começou a 8 de dezembro e termina a 20 de dezembro, e a classificação de Frederico Morais (que partiu para o Havai no 21.º lugar do “ranking” do circuito mundial) neste campeonato vai ditar a sua permanência ou exclusão da elite mundial em 2019.

A informação mais vista

+ Em Foco

O presidente da Câmara dos Comuns é, digamos assim, o equivalente ao presidente da Assembleia da República em Portugal.

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A entrevista ao ativista de Direitos Humanos para o programa Olhar o Mundo.