Ouvir
Ao meio-dia
Em Direto
Ao meio-dia Com João Diogo

Correntes de Escritas 2022

Correntes de Escritas 2022


Já são conhecidas as catorze obras finalistas do Prémio Casino da Póvoa, atribuído no âmbito da 23ª edição do Correntes d’Escritas: A Lição do Sonâmbulo, Frederico Pedreira; A Melhor Máquina Viva, José Gardeazabal; Afastar-se, de Luísa Costa Gomes; Autobiografia, José Luís Peixoto; Chuva Miúda, Luís Landero; Hífen, Patrícia Portela; Livro de Vozes e Sombras, João de Melo; Maremoto, de Djaimilia Pereira de Almeida; Marrom e Amarelo, Paulo Scott; O gesto que fazemos para proteger a cabeça, Ana Margarida Carvalho; O Mapeador de Ausências, Mia Couto; O Osso do Meio, de Gonçalo M. Tavares; Os Doentes do Doutor García, Almudena Grandes; Quartos de Final e Outras Histórias, Cláudia Andrade.

O júri, constituído por Ana Pereirinha, Carlos Quiroga, Carlos Vaz Marques, Isabel Lucas e Isabel Pires de Lima, irá anunciar o vencedor no dia 23 de fevereiro, no Casino da Póvoa, na Cerimónia Oficial de Abertura do 23º Correntes d’Escritas. Já a entrega do Prémio, no valor de 20 mil euros, será feita na Cerimónia de Encerramento, no dia 26 de fevereiro, no Cine-Teatro Garrett.

Reportagem de Fernanda Almeida