Ouvir
As noites do Kilimanjaro
Em Direto
As noites do Kilimanjaro Com DJ Carlos Pedro

Festival Todos em Lisboa

Festival Todos em Lisboa


Festival TODOS
O TODOS - Caminhada de Culturas celebra, desde 2009, Lisboa como cidade intercultural através das artes performativas contemporâneas.

Promovido entre a Academia de Produtores Culturais e a Câmara Municipal de Lisboa, o TODOS tem contribuído para a destruição de guetos territoriais associados à imigração, convidando os públicos ao convívio entre culturas de todo o mundo, na capital portuguesa.

TODOS 2022
1-11 set. Acertar o Mundo em Santa Clara

VENHAM CONNOSCO!

Onde começa Lisboa? Há quem diga que é no Tejo, ou então nas colinas, ou até no mar. Mas nós dizemos que Lisboa começa em Santa Clara, nesse chão de onde emergem as histórias que temos vindo a revelar desde a edição do ano passado do TODOS – Caminhada de Culturas. Pouco a pouco, habitamos esse pedaço grande da cidade, ali colhendo memórias, umas visíveis e outras invisíveis, para que, esperançosos, possamos voltar a afirmar o valor da interculturalidade e a importância das gentes de Santa Clara no desenvolvimento de Lisboa. Prosseguindo a descoberta do que há entre o Campo das Amoreiras e o Largo das Galinheiras, dinamizamos esse talvez utópico mas decerto estimulante polo cultural, e dali partimos para outros lugares da freguesia e da cidade, numa geometria de encontros e de colaborações com a população e o património local.

Nesta 14.ª edição do TODOS, convocamos o vosso olhar para que possam ver a que ponto Santa Clara pode ser um centro de onde a cidade irradia, na certeza de que, juntando diferentes ideias, emoções e vontades, poderemos continuar a Acertar o Mundo. Depois de um primeiro ano de trabalho, queremos agora amplificar artisticamente essa experiência, ajudando a romper com o entorpecimento da quotidianidade e contribuindo para evitar que cada um se torne prisioneiro dos lugares e das ideias que já conhece. Atentos a todos os que se aproximam de nós, e sempre procurando dar a melhor forma aos nossos apelos participativos – seja para colaborações com os diversos projetos que especialmente criámos para os lugares de Santa Clara, seja para ser parte da nossa comunidade de espetadores e de companheiros de viagem –, este ano temos quatro paragens principais.

Venham connosco até ao Campo das Amoreiras, um terreiro centenário cuja história é feita de encontros, feiras e festas, chão de circos e de carrosséis, de diversões e das caravanas ciganas de outros tempos. Ali desaguados pela primeira vez, ou habitando-o de uma forma nova, venham até esse jardim onde acontece parte da programação do TODOS deste ano. É nesse lugar de fronteira da cidade que vai acontecer o espetáculo Encontra-te Comigo no Carrossel – um grande momento de convívio familiar no jardim.

Venham connosco até ao Palácio da Quinta Alegre, que ali perto do jardim brilha majestoso – um surpreendente lugar de cultura, agora aberto à comunidade, para que dele possa fruir e descobrir a que ponto é parte inalienável da identidade de Santa Clara. Uma inédita programação cultural regular, dinamizada em colaboração com as estruturas do território, aproxima o belo palácio e os seus jardins das pessoas que todos os dias habitam o lugar – simultaneamente convocando os lisboetas de outras partes da cidade para o que ali se passa. É no belo palácio que terá lugar o espetáculo de teatro comunitário Os Cabeças Bicudas.

Venham connosco visitar ou revisitar a inspiradora ruína do Cine-Estrela, onde desde 2021 temos vindo a resgatar e a revitalizar a memória dos “cinemas piolho” e dos cinemas ao ar livre de Lisboa. Venham connosco ver como, à noite, o Cine-Estrela renasce, parecendo dançar ao luar. Venham assistir aos espetáculos e filmes do projeto A Céu Aberto, iniciado no ano passado para estimular um caminho de pensamento e de ação comunitária. No ano letivo de 2022-2023, desenvolveremos projetos com professores e alunos das quatro escolas básicas da freguesia e, nalgumas noites, partilharemos filmes e sons.

Venham connosco à Escola Básica Maria da Luz de Deus Ramos, onde damos continuidade ao trabalho de divulgação do surpreendente projeto de escola comunitária que ali se constrói todos os dias. Desde março que temos vindo a desenvolver oficinas com crianças e professores, construindo objetos e escrevendo juntos partes das histórias que integrarão o espetáculo teatral As Mãos das Águias. E porque as escolas desempenham um papel fundamental nas comunidades, é partindo delas que vos convidamos a tornarem-se connosco visitantes e comensais das vilas circundantes – unidades vitais da vida comunitária em Lisboa.

Este ano o TODOS começa mais cedo – a 1 de setembro – e começa fora do seu território-base. Partindo do Campo Pequeno, o projeto Lisboa Crossing, que nos chega de França, atravessa algumas ruas e grandes vias da cidade e desafia-nos a pensar sobre a importância de estarmos acompanhados e a rever algumas ideias sobre o que é o espaço público, o espaço privado e o espaço íntimo. Uma travessia de 7 quilómetros até ao Largo das Galinheiras, onde chega a 10 de setembro, esperando também trazer consigo pessoas de outras zonas da cidade para as juntar na celebração intercultural que tem vindo a mudar o rosto de Lisboa, revelando-o na sua heterogeneidade e riqueza.

Juntos, tentamos Acertar o Mundo, acertando Lisboa com Santa Clara, pois é uma vez mais aqui que a cidade começa e para onde confluirá entre 1 e 11 de setembro de 2022. Venham connosco!

TODOS – caminhada de culturas

Despertando emoções, reerguendo memórias – por vezes turvas, e a que devolvemos a limpidez –, acertando afetos e cumplicidades, desenhamos projetos artísticos e culturais em estreita cumplicidade com as comunidades locais.

Procuramos suscitar a curiosidade dos olhares forasteiros de visitantes de outras paragens, quer dos centros da cidade quer das mais diversas partes do Mundo, a quem proporcionamos espetáculos comunitários e visitas guiadas a territórios que até então não conheciam, ou conheciam mal.

Criamos, acolhemos, e sobretudo promovemos projetos artísticos que questionam o racismo, a violência, a xenofobia e os preconceitos, e que simultaneamente convocam a festa e a diversão de todos com todos.

Celebramos a arte – a música, o teatro, a dança, o circo, o cinema, a fotografia, etc. – e as diferentes comidas do Mundo com as populações e os públicos que connosco viajam pela Lisboa multicultural desde 2009.

TODOS – viajar pelo Mundo sem sair de Lisboa