Ouvir
Em Direto

Governo moçambicano "apreciou" preparativos da visita do papa

O Governo moçambicano "apreciou" os preparativos da visita de Estado do papa Francisco a Moçambique, anunciou o executivo em comunicado.

Governo moçambicano apreciou preparativos da visita do papa

"O Governo apreciou as informações sobre a preparação da visita de Estado e Pastoral de Sua Santidade o papa Francisco a Moçambique", diz um comunicado distribuído no final da sessão semanal do Conselho de Ministros.

A nota não fornece pormenores sobre a visita, não indicando quando é que a mesma irá acontecer.

Na conferência de imprensa que antecedeu a distribuição do comunicado, a porta-voz do Governo, Ana Comoana, não fez nenhuma referência à visita do papa.

No domingo, o pároco da catedral de Maputo, Giorgio Ferreti, anunciou que Francisco visitará Moçambique ainda este ano, na primeira visita papal ao país desde 1988.

"Vou contar-vos um segredo. Este ano vamos receber uma visita muito especial. O papa Francisco vai estar aqui connosco este ano", disse Giorgio Ferreti, aos fiéis que se encontravam na catedral.

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, convidou o papa Francisco a ir Moçambique durante uma deslocação ao Vaticano, em setembro do ano passado, e acabou por quebrar as regras do protocolo ao anunciar aos jornalistas a possível visita.

Apesar de não haver ainda uma data para a visita do líder da Igreja católica, a AFP adianta que setembro foi sugerido como uma "data plausível" e que a deslocação deverá incluir também Madagáscar.

A última visita de um papa a Moçambique aconteceu em 1988 com João Paulo II que, na ocasião, verificou a devastação causada pela prolongada guerra civil.