Ouvir
REPORTAGEM RDPÁFRICA
Em Direto
REPORTAGEM RDPÁFRICA

Angola tem falta de advogados - relatório da Associação Justiça, Paz e Democracia

Luanda conta com 82% dos advogados de todo o país

Angola tem falta de advogados - relatório da Associação Justiça, Paz e Democracia


A falta de advogados em Angola é generalizada e há cidadãos de algumas províncias que se deslocam a Luanda, onde 82 por cento da classe está concentrada e exerce atividade, para solicitar serviços. Esta é a conclusão a que chega o relatório "Angola: O Setor da Justiça, os Direitos Humanos e o Estado de Direito".

O relatório realizado pela Associação Justiça, Paz e Democracia (AJPD) realça que o número de advogados e advogados estagiários cresceu nos últimos dez anos, refere a Agência Lusa.

Na sua maioria, 99 por cento dos advogados estão concentrados em cinco províncias, só a capital do país concentra 3.222 do total de 3.954, seguindo-se Benguela (291), Huambo (139), Cabinda (130), Huíla (122), distribuindo-se os restantes 50 pelas outras 13 províncias que compõem o país.