Ouvir
Jornal Economia
Em Direto
Jornal Economia Com José Gonçalves

Autoridades guineenses fazem buscas nas residências dos membros do governo de Aristides Gomes

Autoridades guineenses fazem buscas nas residências dos membros do governo de Aristides Gomes


As forças de defesa e segurança da Guiné-Bissau desencadearam desde ontem, uma busca às residências dos membros do governo de Aristides Gomes.

O objectivo desta operação foi tentar recuperar as viaturas oficiais que tinham sido atribuídas aos governantes. Mas a operação acabou por gerar grande tensão. (ouvir ) (Jornalista Iancuba Dansó - serviço especial).

O Governo português admitiu hoje ver "com preocupação" a crise política na Guiné-Bissau após as eleições presidenciais e disse esperar uma "resposta breve e clara" à pergunta "quem é o Presidente eleito" do país.

Falando à agência Lusa na capital croata, em Zagreb, antes de uma reunião dos chefes da diplomacia europeia, o ministro Augusto Santos Silva, admitiu estar a acompanhar a situação na Guiné-Bissau com "a atenção que ela merece"

O Conselho de Segurança das Nações Unidas analisou o agravar da situação pós-eleitoral na Guine-Bissau.

O Níger, relator para o território guineense, planeia propor um projeto de comunicado para expressar apoio aos esforços de mediação da CEDEAO e exortar as partes a respeitarem o quadro legal e constitucional para resolver a crise. A informação é adiantada numa nota publicada na página do facebook da ONU na Guiné Bissau.

Os membros do Conselho de Segurança estiveram reunidos ontem em consultas à porta fechada com a Representante Especial da ONU no capital guineense.