Ouvir
Em Direto

Conferência - “Processos de Democratização e Desenvolvimento em Angola”

Conferência  - “Processos de Democratização e Desenvolvimento em Angola”

Foto: https://www.pdeiam.com/


Conferência
“Processos de Democratização e Desenvolvimento em Angola”
Lisboa, Quarta-feira 14 de Dezembro de 2022,
ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa,
Auditório B2.03 (Edifício 2, piso 2) - Auditório Ferreira de Almeida
Transmissão em directo canal YouTube CamundaNews
& canal YouTube P-DEIAM
08:30 – Registo e Café de Boas Vindas
Sessão de abertura: 09.00h-09.15h
- Justino Pinto de Andrade (Universidade Católica de Angola)
- Jacques dos Santos (Associação Cultural & Editora Chá de Caxinde)
- Nuno Fragoso Vidal (CEI-ISCTE-IUL)
Palestra de abertura / Keynote speaker (09:15h – 09:40h):
- Malyn D. Newitt (King’s College London): On Mozambique and Angola contemporary politics: the weight
of history!
1º Painel (09.40h – 11:00h): Resultados dos inquéritos sobre as eleições gerais de Moçambique
2019 (11 províncias) e Angola 2022 (18 províncias) – PDEIAM
Dinamizador/Moderador: Nuno Fragoso Vidal
Palestrantes:
- Luaty Beirão (Movimento Cívico MUDEI) –
“As eleições gerais de Angola 2022 à luz dos resultados de inquéritos nas 18 províncias.”
- Edson Cortez (Centro de Integridade Pública de Moçambique)
“As eleições gerais de Moçambique 2019 à luz dos resultados de inquéritos nas 11 províncias.”
- Jaime Fonseca (Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas – ISCSP) –
“Análise estatística comparada entre os casos de Moçambique e Angola – P-DEIAM”
- Judite Chipenembe (Universidade Eduardo Mondlane)
“Dinâmicas de gênero e inclusão nas eleições gerais de 2019 em Moçambique.”
10.30h-11:00h: Sessão de perguntas e respostas
2º Painel (11.00h – 12:30h): Processos de Pluralismo e Integridade Eleitoral em Moçambique e
Angola
Dinamizador/Moderador: Eugénio de Almeida (CEI-ISCTE-IUL)

Palestrantes:
- Justino Pinto de Andrade – “A Frente Patriótica Unida nas Eleições Gerais de 2022”
- Manuel de Araújo (Presidente do Município de Quelimane - Moçambique) – “Integridade Eleitoral nas
Eleições Moçambicanas, a perspetiva da experiência local”
- David Boio (Instituto Superior Politécnico Sol Nascente / Camunda News)
“As eleições Angolanas 2022: processos, métodos, resultados e contestações.”
12.00h-12:30h: Sessão de perguntas e respostas:
Pausa para almoço (12.30h – 13.45h)
Sessão da Tarde
Palestra de abertura / Keynote speaker (13:45h – 14:10):
- Henning Melber – “Authoritarian Populism, Democracy and Elections Under Former Liberation
Movements in Southern Africa.”
3º Painel (14:10h – 15:30h): Activismo político e civil – engajamentos e desafios do passado e do
presente
Dinamizador/Moderador: David Boio (Instituto Politécnico Sol Nascente & Camunda News)
Palestrantes:
- Jean-Michel Mabeko Tali (Howard University):
“Das ‘Juventudes’ dos antigos movimentos de libertação aos ‘Revús’: diversidade identitária do ativismo
político e cívico angolano, da luta armada anticolonial ao caso dos ‘15 +2’, 1960-2015.”
- Sedrick de Carvalho (Jurista, Jornalista e Activista)
“A corrupção da sociedade civil angolana.”
- Nuno Vidal (CEI-ISCTE-IUL):
“A nova vaga internacional de populismo autoritário em África ou o desenvolvimento do
patrimonialismo pós-moderno? Os casos de Moçambique e Angola”
4º Painel (15.30h – 17:00h): Democratização Vs Manutenção do Status Quo.
Dinamizador/Moderador: Edson Cortez (CIP – Moçambique)
Palestrantes:
- Domingos da Cruz (Universidade de Concórdia):
“Oposição angolana: ferramenta essencial para o prolongamento do autoritarismo competivo”
- Nelson Pestana (Centro de Estudos Africanos da Universidade Católica de Angola):
"A aliança do Bloco Democrático, Pra-Já e UNITA na FPU: estratégia e objectivos".

- Luiz Araújo (Activista da Sociedade Civil Angolana):
“Pela organização da sociedade para resgate do Estado e realização da Democracia”
Café de encerramento: 18h
Organização:
Projecto Pluralism-Democratization and Electoral Integrity in Angola and Mozambique (P-DEIAM) www.pdeiam.com
Projecto de pesquisa:
CEI- ICSTE-Instituto Universitário de Lisboa;
Universidade Católica de Angola – UCAN;
Universidade Eduardo Mondlane de Moçambique – UEM.
Financiamento: Programa “Knowledge for Development Initiative”, Fundação para a Ciência e a Tecnologia – Ministério da
Ciência Tecnologia e Ensino Superior e AgaKhan Develoment Network.