Ouvir
Em Direto

Há trabalho a mais e funcionários judiciais a menos no Tribunal de Primeira Instância em São Tomé

A juntar a isto as condições de trabalho não são as melhores

Há trabalho a mais e funcionários judiciais a menos no Tribunal de Primeira Instância em São Tomé

Há falta de juízes e funcionários no Tribunal de Primeira Instância em São Tomé.

A denúncia parte do presidente do Supremo que fala em excesso de trabalho. Silva Cravide diz que realidade atual é completamente diferente de há 10 anos, explicando que há um "aumento dramático de processos" que funcionários e juízes não conseguem dar andamento. Os processos acumulam-se e a única solução é contratação de mais funcionários judiciais.

Silva Cravide adianta ainda que a juntar a isto estão as condições de trabalho. O edifício do Tribunal de Primeira Instância tem imensos problemas estruturais, chove dentro do tribunal, as paredes e os tetos apresentam visíveis sinais de degradação.

A denúncia aconteceu no âmbito de uma visita que o presidente do Supremo está a fazer às instituições ligadas à justiça.