Ouvir
Reporter RTP
Em Direto
Reporter RTP São Tomé e Princípe

Muamba Familiar e a música de Jorge Rosa e Janelo da Costa dia 2 de fevereiro

Muamba Familiar e a música de Jorge Rosa e Janelo da Costa dia 2 de fevereiro



CHANGE PRODUTORA APRESENTA

Muamba Familiar

Com a aproximação do 4 de Fevereiro, que marcou o início da luta armada em Angola em 1961, vimos relembrar a importância dos feitos dos nossos pais nos movimentos de libertação

Apresentamos a nossa especial Muamba de Pato para uma tradicional SENTADA ANGOLANA

Com muito FUNGE e JINGUBA, muita CUCA e muito SEMBA, num convívio familiar

MENU a partir da 13h

Muamba de Pato / Feijão de óleo de palma / Caldo

Cuca / Vinho / Sumo

Mousse de Manga

CONCERTO 17h

Jorge Rosa & Janelo da Costa (Kussondulola)

Dois ícones da música angolana, amigos de infância, juntam-se pela primeira vez para cantarem Axiluanda Angola

BAILE com DJ Turbo 18h30

————————————————————————————————

13h-22h


Pratos disponíveis a qualquer hora

Espaço com actividades para os mais novos

Local: TodoMundo

Av. Duque de Loulé nº3ªA

Reservas: changelisboa@gmail.com / +351939699853


Concerto

Jorge Rosa e Janelo da Costa apresentam Axiluanda

Janelo Axiluanda kussondulola cresceu em Luanda no Bairro do Prenda, de onde traz as suas principais inspirações para a ocupação do cenário musical: David Zé, os grupos Kiezos, os Merengues ou os Jovens do prenda.

Em Portugal, Janelo ganhou maior expressão nos anos 90 quando faz crescer o Reggae cantado em português ao fundar a banda Kussondulola que apostou na fusão dos ritmos Africanos com o Reggae.

Nos seus contactos com os músicos Angolanos e Jamaicanos, Janelo percebe o teor político-social, expresso nos repertórios poético-literários, que norteou ambos os domínios culturais e mantém esse legado, reflectido nos temas principais dos Kussondulola onde fala da vida e das dificuldades dos Africanos na Europa.

Jorge Axiluanda Rosa procura transmitir o legado da sua linhagem cultural. Sobrinho de Ilda Rosa e Sofia Rosa, um dos maiores intérpretes da música angolana, Jorge começou a despontar nos bares de Luanda, Lisboa, ao interpretar Sofia Rosa, Ilda Rosa, Artur Nunes, André Mingas, Urbano de Castro, tendo como base o MPB, Jazz, Reggae, entre outros estilos musicais.

Jorge surpreende, em 2014, com o seu primeiro e único disco "Axiluanda", onde se demarcam os arranjos distintos mas fiéis à tradição, e a aposta no Kimbundu.

Jorge e Janelo, dois amigos de infância criados juntos nos bairros de Luanda, juntam-se pela primeira vez num concerto onde se cruzam as memórias dos sons e palavras que atravessaram e preencheram as suas infâncias em Luanda, e depois na Europa.

Janelo que faz viver a língua portuguesa no cenário Reggae em contacto com ritmos Africanos, e Jorge que faz reviver o Kimbundo nos seus arranjos inovadores, os dois músicos resgatam e redefinem a identificação cultural de um povo que quer evocar as suas origens e partilhar a sua tradição.