Ouvir
Em Direto

Presidente são-tomense apela a coesão social


O Presidente são-tomense pediu “a maior celeridade” para que sejam levados à justiça os envolvidos no ataque ao quartel-general militar e na morte de quatro civis, em 25 de novembro.

Carlos Vila considerou que este, o acontecimento “marcou muito negativamente” o país em 2022.

E o presidente são-tomense defendeu que o ano 2023 deve ser de reforço da coesão social para reduzir as tensões políticas no país.


Josimar Afonso em serviço especial para a RDP África