Ouvir
Café Plaza
Em Direto
Café Plaza Germano Campos

Argumentos de Óperas, Obra


Pelléas et Mélisande

Ópera em cinco atos

LibretoMaurice Maeterlink

EstreiaOpéra-Comique em Paris, no ano de 1902

ResumoForam várias as ideias de Debussy para compor óperas, incluindo uma adaptação de Shakespeare - a peça As You Like It. Contudo, o seu grande trabalho nesta área acabou por ter como base uma peça contemporânea de bastante sucesso. Inicialmente recebida com hostilidade e incompreensão, Pelléas et Mélisande é actualmente considerada uma das obras-primas da ópera moderna, ponto alto do simbolismo, ainda que a subtileza da música e do texto faça com que o enorme poder emocional que lhe subjaz nem sempre seja evidente à primeira audição.

A história desta Ópera passa-se no reino místico de Allemonde. Aí, enquanto vagueia pela floresta, o príncipe Golaud encontra uma rapariga misteriosa. O nome da rapariga é Mélisande; parece não saber de onde vem e mostra-se afligida por uma profunda tristeza.

Ficamos então a saber, através duma carta lida em voz alta por Geneviève, a mãe de Golaud, que o príncipe se casou com Mélisande. A carta fora escrita pelo avô cego de Golaud, o rei Arkel.

Entretanto, Pelléas, o meio-irmão de Golaud, regressa das suas viagens e trava amizade com Mélisande que continua pouco comunicativa e claramente infeliz no castelo negro e sombrio. Por isso mesmo Pelléas resolve convidar Mélisande para um passeio, no decorrer do qual a jovem perde o seu anel de casamento. Este acontecimento faz despertar em Golaud uma certa desconfiança no que diz respeito à relação de amizade que existe entre Pelléas e Mélisande. Golaud interroga Yniold, filho do seu primeiro casamento, acerca de Pelléas e Mélisnade, mas não consegue obter uma resposta clara. Assim, Golaud vai-se tornando cada vez mais ciumento e, para desgosto de Arkel, ataca Mélisande, que está grávida.

Pelléas sente que tem que abandonar o castelo e encontra-se secretamente com Mélisande pela última vez, num parque às portas da fortificação. Finalmente, e de forma silenciosa, os dois declaram o seu amor um pelo outro. Golaud, que nesse momento andava a espiá-los, mata Pélleas. A família cai em desgraça. Mélisande parece irremediavelmente doente e acaba por abortar. Golaud está cheio de remorsos e implora a Mélisande que lhe diga a verdade acerca das relações que manteve com Pélleas, contudo a jovem mostra-se incoerente.

No final da ópera, Arkel lamenta a miséria da vida, enquanto Mélisande, misteriosa até ao fim, exala o último suspiro.