Ouvir
Notas Finais
Em Direto
Notas Finais João Pedro

Argumentos de Óperas, Obra


Hänsel und Gretel

1ª ópera (39 anos)

Libreto: Wette (segundos irmãos Grimm)

Estreia: (Weimar) Hof - 23 de Dezembro de 1893


PersonagensGretel - soprano
Hänsel, seu irmão - meio-soprano
Gretrud, a mãe - meio-soprano
Peter, o pai - barítono
João Pestana - soprano
Fada do Orvalho - soprano
Bruxa - meio-soprano

AntecedentesEm Abril de 1890 Adelheid Wette, irmã de Engelbert Humperdinck, pediu-lhe que escrevesse algumas canções sobre o conto "Hänsel und Gretel" dos irmãos Grimm para serem cantadas pelos seus filhos durante uma festa.
Tudo teria ficado apenas por isso não fora Humperdinck andar por essa altura em busca dum enredo para uma ópera cómica, e ter sido persuadido pela família de que aquelas canções poderiam muito bem transformar-se num Singspiel. Foi pois como Singspiel que "Hänsel und Gretel" foi apresentada pela primeira vez em casa dos Wettes. O sucesso obtido levou o compositor a transformar esse Singspiel numa ópera a sério, apesar de ter algumas dúvidas de que um conto de fadas fosse apropriado ao género.
Richard Strauss recebeu a partitura completa em Outubro de 1893 e declarou-a uma obra-prima. E seria o próprio Strauss quem dirigiria a estreia em Weimar dois meses mais tarde - mais precisamente no dia 23 de Dezembro de 1893.

1.º ActoCasa dum pobre vassoureiro perto duma floresta
Os dois filhos do vassoureiro, Hänsel e Gretel, estão ocupados a arranjar vassouras, mas estão cheios de fome e não pensam senão em comida. Largam o trabalho e começam a brincar até que chega a Mãe que lhes ralha ameaçando mesmo bater-lhes com um pau. Na confusão a mulher deita ao chão um pote de leite destinado a fazer arroz-doce. Estragada a sobremesa, a Mãe manda as crianças para o mato colher amoras. Depois das crianças partirem chega o Pai. Ele vem feliz por ter conseguido fechar um bom negócio que lhe permitiu comprar alimentos. Porém, ao saber que as crianças foram colher amoras, fica assustado: na floresta existe uma Bruxa que transforma as crianças em broas... e as come. O acto termina com o Vassoureiro e a Mulher correndo aflitos para a floresta em busca dos filhos.


2.º Acto1º Quadro - Na floresta
Hänsel e Gretel encheram o cesto de amoras, mas o rapaz, sem dar por isso, comeu-as todas. As crianças estão perdidas, e cheias de medo. Aparece então a Fada do Orvalho e o João Pestana que lhes salpicam os olhos com areia.
Hänsel e Gretel rezam uma oração e adormecem.

2º Quadro - Pantomima do Sono
Através do nevoeiro vê-se uma escada por onde desce uma coorte de Anjos que vêm proteger as crianças.


3.º ActoNa casa da Bruxa
Hänsel e Gretel são acordados pela Fada do Orvalho, e vêem uma casa feita de guloseimas, onde há também um forno e uma jaula. A Bruxa prepara-se para meter as crianças no forno transformando-as em broas, mas, com grande esperteza, são as crianças que conseguem empurrar a Bruxa para o forno... transformando-a em torresmos. Com o fim da Bruxa todas as outras Crianças que tinham sido transformadas em broas regressam à vida e fazem uma alegre roda em volta de Hänsel e Gretel. O Vassoureiro e a Mulher chegam e a ópera termina no meio da alegria geral.

RDP - Transmissões em "Noite de Ópera" desde 1996
Sábado, 29 de Dezembro de 2001 - Metropolitan de Nova-Iorque
Enredo resumido da autoria de Margarida Lisboa.