Estreias  

Alguns dias na vida de Dovlatov

Premiado no Festival de Berlim, "Dovlatov" é um dos exemplos mais recentes da energia criativa do cinema russo — o realizador Alexei German Jr. faz um retrato do escritor Sergei Dovlatov que é também um fresco histórico de um tempo soviético marcado pela censura estatal.

Alguns dias na vida de Dovlatov
Milan Maric interpreta Sergei Dovlatov — grande personagem, notável actor
Crítica de
Subscrição das suas críticas
145

A história do escritor Sergei Dovlatov (1941-1990) possui um incontornável valor simbólico. Como outros artistas da União Soviética, ele foi, sobretudo ao longo da década de 70, alvo de um metódico processo de marginalização e censura — mesmo muitos dos seus trabalhos jornalísticos foram tratados pela censura estatal como heterodoxos e indesejáveis.

Distinguido no Festival de Berlim com o prémio da melhor contribuição artística (guarda-roupa e cenografia), "Dovlatov" é um retrato minucioso, tão minucioso que dir-se-ia obsessivo, de um breve período da vida do escritor, numa altura em que as sucessivas rejeições dos seus escritos o conduzem a um misto de desencanto moral e desgaste psicológico. Isto a par de dramas semelhantes vividos por outros escritores, incluindo o seu amigo Joseph Brodsky (1940-1996).


Conduzido por uma discreta sensibilidade realista, o realizador Alexei German Jr. — filho do grande Alexei German (1938-2013), autor de "É Difícil Ser um Deus" (2013) — encena alguns dias da vida de Doblatov como um duplo processo de revelação: por um lado, da sua capacidade de resistência a um enquadramento estatal cada vez mais estrito e desumanizado; por outro lado, do valor invencível da expressão artística.

Estamos, enfim, perante um cinema filiado em toda uma tradição "psicológica" em que poderemos destacar a referência emblemática de Nikita Mikhalkov (n. 1945). Ante-estreado no LEFFEST, "Dovlatov" vem lembrar-nos também as lacunas da nossa distribuição/exibição em relação às cinematografias de Leste. E atenção ao notável trabalho de interpretação do sérvio Milan Maric na personagem de Dovlatov.

Crítica de João Lopes
publicado 23:19 - 30 novembro '18

Recomendamos: Veja mais Críticas de João Lopes