Local

Associação Criamar quer criar "Escola do Conhecimento" no bairro social de São Gonçalo

Associação Criamar quer criar Escola do Conhecimento no bairro social de São Gonçalo
A Associação para o Desenvolvimento e Apoio a Crianças e Jovens (Criamar) quer abrir, em novembro, uma "Escola do Conhecimento", num bairro social do Funchal, projeto para "ajudar a humanizar e enriquecer" todos os frequentadores.

"É uma iniciativa inédita em Portugal, baseada na filosofia de Ortega y Gasset: “um homem todo -- todos os homens'", disse o presidente da Criamar, adiantando que o objetivo "é a promoção pluridimensional que assiste a cada ser humano".

João Carlos Abreu adiantou que esta é mais uma das iniciativas que a associação vai desenvolver, apoiada pela Investimentos Habitacionais da Madeira (IHM) e a Secretaria da Inclusão e Assuntos Sociais da região autónoma.

A 'Escola do Conhecimento' vai surgir no bairro social de São Gonçalo, na zona Este da cidade, "deverá iniciar-se em novembro próximo, e estará aberta, não só a todas as pessoas do bairro, independentemente do grau de instrução e idade, mas também a outros cidadãos que estejam interessados", acrescentou o responsável.

Também mencionou que o projeto vai contar com "um grupo de professores, constituído por licenciados em várias vertentes e, ainda, médicos e professores universitários".

Quanto ao programa, apontou que vai incluir disciplinas como noções de português, inglês, geografia, história, relações públicas e humanas, teatro, artes plásticas, higiene, entre outras, sendo que os alunos não serão sujeitos a avaliações ou exames.

Está prevista a realização de palestras e visitas de estudo para permitir que os frequentadores conheçam "os museus da região e a sua importância no contexto social, em comparação com os museus internacionais", apontou.

"Pelas suas características, será um sucesso e que irá ajudar a humanizar e enriquecer, em conhecimentos, todos aqueles que frequentarem a escola", afirmou João Carlos Abreu.

O presidente da Criamar realçou que esta escola tem ainda como objetivo "ouvir e ajudar as pessoas".

"Não há dúvidas que se criou, com a grave situação de crise, um problema grave, em que as pessoas esquecem-se dos outros", argumentou, resumindo ter sido projetada para ajudar com o problema de "falta de afetos de que tantos seres humanos estão necessitados".

A Criamar é uma associação da responsabilidade social do grupo hoteleiro Pestana, que tem como objetivos colaborar no desenvolvimento intelectual das crianças mais desprotegidas, desenvolvendo um programa com áreas humanizantes, como teatro, literatura, música, desporto, artes plásticas.