Comunidades

Helena Rodrigues - As nove musas

Açorianidade – 350 PorqueHojeEhSabado 2018.01.13 [Helena Rodrigues, “As nove musas”. Duo Anticiclone, “Manjericão”]. Organizado por Olegário Paz

(Henri-Edmond Cross, 1856-1910)


As nove musas

As almas dos Poetas, martirizados…
buscam éstro no espaço… nas orgias
da luz… nos sonhos e nas nostalgias
ao massacre d’ideias subjugadas.

Musas esquivas, jazendo ignoradas
sem liras vibráteis nem alegrias:
pálidas! inanimadas e frias…
morriam nas azas asfixiadas!

Mas o Génio da arte em seus fervôres,
um dia… veio ao rumo dos Açores
e aí… o mundo viu deslumbrado,

As Nereidas – as Musas – e as Fadas
abraçaram o Génio enamoradas:
e o “Verso… triunfou – Glorificado!

Helena Rodrigues,
em Gervásio Lima, Torneio Açoreano, vol I,
Angra do Heroísmo, Tip. Editora Açoreana, 1937.




Rodrigues, Helena Graça (1870-1949) jornalista, caricaturista, poeta faialense nascida ocasionalmente na ilha Graciosa, residiu e trabalhou na cidade da Horta onde faleceu.