Cultura

Morreu o cantador popular terceirense João Ângelo (Vídeo)

Tinha 85 anos e deixou um legado único na arte de improvisar.

Chamaram-lhe "o mestre das cantorias".

A sua passagem pelos palcos fez história na cultura popular açoriana. Aos 18 anos começou por revelar talento nas Velhas. A sátira e o estilo próprio de improvisar depressa fizeram do agricultor de São Bartolomeu uma referência.

A simplicidade com que transpôs para as rimas o lado popular das ilhas fez eco na diáspora. João Ângelo perdeu a conta aos convites para cantar nas comunidades.

O espólio de cantigas carregadas de crítica social deram lugar a várias obras dedicadas ao cantador. 

O país também lhe reconheceu o talento quando, em 2009, nas comemorações do dia de Portugal, o Presidente da República o condecorou com a medalha de ordem de mérito.

RTP/Açores