Desporto

Santa Clara tem de apresentar justificações ao Tribunal de Ponta Delgada (Vídeo)

O Tribunal deu cinco dias ao presidente da Assembleia Geral da SAD para justificar a recusa de marcação de uma assembleia geral extraordinária.

A decisão surge depois do maior acionista da SAD, a Azul Internacional, ter interposto uma ação cível em tribunal.

No processo que deu entrada em tribunal, o maior acionista da Sociedade Anónima Desportiva não poupa críticas à atuação do presidente da mesa da Assembleia Geral da SAD.

Contactado pela RTP Jorge Gomes, não quis prestar declarações. Admitiu que já foi notificado pelo Tribunal de Ponta Delgada e que todos os esclarecimentos solicitados serão dados dentro do prazo determinado.

RTP/Açores