Graciosa Online

2020 sem navios

Operação sazonal de verão de transportes marítimos está cancelada

2020 sem navios

A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas anunciou hoje que está suspensa a operação sazonal, dita ‘operação de verão’, de transporte marítimo de passageiros e viaturas entre as ilhas da Região, para 2020. 

A deliberação do Conselho do Governo, após parecer da Autoridade de Saúde Regional, deve-se à pandemia da Covid-19.

Ana Cunha, que falava em Ponta Delgada, na conferência de imprensa sobre o transporte marítimo de passageiros e viaturas, acrescentou que essa operação será retomada em 2021. 

A governante recordou que, “neste momento, encontram-se suspensas as ligações marítimas regulares de transporte marítimo de passageiros e viaturas entre as ilhas do Faial, Pico e São Jorge, exceto o transporte de carga e casos de força maior, desde que devidamente autorizados pela Autoridade de Saúde Regional”. 

Por outro lado, lembrou que “logo a 18 de março, o Conselho do Governo deliberou suspender as ligações aéreas interilhas praticadas pela SATA Air Açores e também as ligações aéreas da Azores Airlines para o exterior da Região”. 

“Ambas as empresas, no âmbito do seu setor de atividade, continuam a assegurar as ligações e a capacidade de transporte de carga e passageiros, desde que classificados como casos de força maior, cumprindo assim a respetiva e importante missão de serviço público”, afirmou. 

“Com o conhecimento que temos atualmente, é seguro e consensual concluir que a pandemia originada pela COVID-19 não terminará de um momento para o outro, devendo, por isso, permanecer, se não todas, pelo menos parte das medidas de distanciamento físico e social presentemente em vigor”, lembrou ainda Ana Cunha. 

"A nossa expetativa é que, assim que for levantada a suspensão das ligações marítimas regulares, as mesmas possam ser retomadas e, de acordo com o horário de verão da Atlânticoline e recorrendo à sua frota própria, se possa realizar a operação entre as ilhas do Faial, Pico, S. Jorge e Terceira, bem como a operação entre as ilhas das Flores e Corvo", disse também a Secretária Regional dos Transportes. 

"O Governo dos Açores considera que é seu dever continuar a encorajar vivamente os Açorianos a não viajarem para fora da sua ilha de residência, a fim de evitar ao máximo a propagação do novo coronavírus, responsável pela doença COVID-19", concluiu.