Graciosa Online

Disparados para o pódio - VÍDEO

Marítimo vence o clássico e sobe ao 3º lugar do Campeonato dos Açores



O Marítimo recebeu esta tarde o Guadalupe e ganhou embalagem para o pódio do campeonato, apontando 3 golos na primeira meia hora de jogo. Marcaram Patrício (2) e Rui Marques na primeira parte, enquanto Flávio Silva reduziu no início do segundo tempo. Os leões tiveram mais oportunidades na etapa complementar e o treinador do Marítimo, Jimmy Cunha, foi expulso aos 76 minutos. 



O Marítimo só venceu em casa uma vez o Guadalupe para o Campeonato dos Açores e foi logo na primeira há mais de 5 anos. 

Com Zaneth expulso na ultima jornada, o ataque foi entregue a Patrício que testou o primeiro lance com Leo Vaz logo nos primeiros minutos. O Guadalupe também parecia querer assumir o jogo mas André Fontes não conseguiu cabecear. 

Rui Marques lançou Patrício no contra ataque aos 15 minutos e o micaelense ao serviço do Marítimo colocou os azuis e bancos em vantagem. Pouco depois o ataque voltou a funcionar desta vez com Leo Vaz no cruzamento. Patrício bisou aos 21 minutos. 

O Marítimo seguia embalado para uma excelente primeira parte criando perigo sempre que se aproximava da baliza contraria. À passagem da meia hora o árbitro César Andrade encontrou uma falta de César Truk sobre Patrício, apontando para a marca dos 11 metros. Rui Marques transformou o castigo máximo no terceiro golo da equipa da casa aos 32 minutos. 

Jair Pereira que fez a estreia no Guadalupe ainda assistiu André Fontes mas o lance perdeu-se nas mãos de Jorge Lima. Ao intervalo o Marítimo vencia por 3-0 e deixava a bancada em festa. 

O Guadalupe deu uma boa resposta na segunda parte. Flávio Silva entrou aos 50 e marcou aos 52 minutos. A intenção talvez fosse o cruzamento mas o marcador voltou a funcionar. 

Aos 59 minutos Bruno Camacho ficou isolado mas não conseguiu bater o guarda redes Jorge Lima. Aos 66, após o livre o Pedro Borges, foram as pernas de João Silva que evitaram o golo de André Fontes. 

Mais tarde a bola foi ao braço de Jorge Goulart mas o árbitro César Andrade não viu motivo para voltar a assinalar penálti. Na sequência dos protestos Flávio Silva e o treinador do Marítimo trocaram algumas palavras, acabando Jimmy Cunha por ser expulso do banco aos 76 minutos. 

Já em tempo extra, foi de bicicleta que Diogo Conceição tentou chegar ao golo. 

Cinco anos depois o Marítimo voltou a ganhar em casa ao Guadalupe, tendo sido superior sobretudo na primeira parte. Os azuis e brancos saltaram para a 3ª posição e os leões baixaram ao 5º lugar.