Graciosa Online

Museu na rua

Museu da Graciosa mostra "carroça do traquitana" na praça

Museu na rua


A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, através da Direção Regional da Cultura e do Museu da Graciosa, promove, nos meses de julho e agosto, a iniciativa “O Museu está na Rua”, uma iniciativa que pretende divulgar junto da comunidade, peças representativas do acervo desta instituição museológica. 

Desta forma, de 22 a 25 de julho, o Museu da Graciosa vai expor a primeira peça, uma “Traquitana”, uma carroça de tração animal, de caixa fechada, puxada por um cavalo, peça que foi utilizada na ilha Graciosa nos anos 60 e 70 do século passado, para venda de diversos produtos de mercearia e petróleo. 

A carroça de caixa fechada, pintada a verde e a amarelo, que contrasta com o vermelho das rodas, da faixa traseira e das molas. A caixa é montada sobre quatro molas e quatro rodas, sendo as dianteiras de menor diâmetro, com uma portinhola na retaguarda por onde eram aviados os clientes, e uma vidraça e dois pequenos vidros fixos no alçado dianteiro. 

O jogo dianteiro do eixo é dominado por dois varais onde era atrelado o cavalo e por um depósito de cor preta onde era guardado o petróleo. O interior da caixa é constituído por oito prateleiras de madeira, onde eram colocados os produtos para venda. O vendedor instalava-se no fundo do interior da caixa, existindo na parte mais alta do fundo uma ranhura onde jogava a "manete", que servia de travão.

Este projeto visa, também, a preservação, o registo e a divulgação da memória coletiva da vivência graciosense.